Álcool x Gasolina: qual é mais vantajoso? - RUMOS

Em 2021, parece que se tornou comum ouvirmos a notícia: “vamos ter mais um aumento no preço dos combustíveis”. E foi exatamente o que aconteceu no último dia 25 de outubro. A Petrobrás anunciou mais um reajuste. Se prestarmos bem atenção, foi o segundo aumento em menos de um mês.

Para sermos mais exatos, o preço dos combustíveis foi reajustado 13 vezes em 2021. Só neste ano, a gasolina subiu 73,4% nas refinarias. De acordo com a estatal brasileira, nas bombas, a alta deve ser de R$0,15, por litro, na gasolina.

Se levarmos em conta as medidas mensais calculadas pela Agência Nacional do petróleo (ANP), entre janeiro e outubro deste ano a gasolina teve preços que variaram entre R$1,64 e chegaram aos atuais R$6,26.

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que todos esses ajustes eram esperados e são um reflexo da alta do preço do petróleo no mercado internacional. Esse fator está aliado à desvalorização do real em relação ao dólar.

Qual a melhor opção?
O que realmente marca a diferença entre a utilização de um combustível em detrimento do outro é a proporção entre o preço e o desempenho.

A calculadora da economia
A calculadora do Meu Bolso em Dia afirma que o etanol vale a pena quando custar até 70% do valor da gasolina.

Acesse aqui o site e preencha os campos com os valores dos combustíveis válidos hoje nas bombas. Clique em “calcular” e confira qual a melhor opção.

Caso fique em dúvida, a ANP recomenda que o motorista faça a seguinte conta: multiplique o valor da gasolina no posto de combustível por 0,7. Se o resultado for maior que o valor do álcool, vale a pena abastecer com etanol. Se o resultado for menor que o valor do álcool, a melhor opção será a gasolina.

Fontes: ANP, G1, Meu Bolso em Dia

x