A RUMOS selecionou com cuidado o gestor, o custodiante e as consultorias encarregadas de guardar os recursos dos planos e fazer o seu dinheiro render.

O gestor é quem decide quais títulos comprar e vender (por exemplo, Notas do Tesouro Nacional, ou ações de uma determinada empresa) e o momento mais adequado para fazer essas operações de compra e venda, buscando maximizar a rentabilidade dos investimentos, respeitadas as regras estabelecidas pela legislação e pelas Políticas de Investimentos RUMOS. Para isso, deve conhecer bem essas regras e monitorar as conjunturas econômicas internacional e doméstica, as notícias relativas aos governos e às empresas, o preço e a liquidez dos papéis no mercado de capitais. Atualmente, o principal gestor dos investimentos da RUMOS é o Itaú Unibanco S.A.

O custodiante é o responsável por executar as ordens de compra e venda emitidas pelo gestor, depois de conferir se estão de acordo com as regras estabelecidas, efetuando os pagamentos e recebimentos necessários. É também o custodiante que tem a guarda desses investimentos e determina o seu valor. Para isso, um bom custodiante deve, além de conhecer profundamente a legislação e as Políticas de Investimentos, contar com processos robustos e automatizados, que mitiguem com eficiência o risco de fraudes e erros.  A custódia dos investimentos da RUMOS é feita pelo Banco Bradesco S.A.

Veja que há uma importante segregação de responsabilidades entre gestor e custodiante: o custodiante não decide que títulos e papéis comprar ou vender, apenas confere se as transações estão de acordo com as regras, guarda e avalia os investimentos. Já o gestor, do seu lado, não pode decidir sozinho se uma operação obedece ou não às regras, não mantém sob a sua guarda o que foi comprado nem faz a avaliação dos investimentos. Tudo isso para aprimorar a segurança da gestão dos investimentos da RUMOS.

Por fim, a RUMOS conta com a assessoria de duas empresas de consultoria, a F3 e a PPS, especialistas em investimentos de previdência complementar. Essas consultorias nos auxiliam a elaborar as Políticas de Investimentos RUMOS, a efetuar as operações rotineiras de aplicação e resgate de investimentos, a selecionar os gestores e a monitorar o seu desempenho e conformidade às regras estabelecidas.

x