Como organizar seu salário para pagar as contas e se divertir ao longo do mês? - RUMOS

“O salário já acabou, mas o mês ainda não”. Já ouviu essa frase? O dia do pagamento é um dos momentos mais aguardados pelos brasileiros. Mas como é possível organizar seu salário para pagar as contas e conseguir manter um ritmo de lazer saudável ao longo do mês?

É difícil desenvolver uma regra que funcione para todas as rendas. Por isso, é importante levar em consideração a sua renda e seus gastos antes de praticar as recomendações a seguir.

Para muitos especialistas, a melhor estratégia seria: reservar metade do salário para gastos essenciais, como mercado, condomínio, educação, saúde, contas de água e energia. Depois 20% para quitar dívidas, parcelamentos, ou fazer investimentos. É recomendado que se guarde pelo menos 10% do salário para investir ou juntar para alguma emergência.

Depois de pagar tudo o que for essencial e quitar as dívidas ou investir em si mesmo, os 30% restantes são a quantia mais saudável para desejos pessoais e gastos supérfluos. Viagens, serviços de streaming, lazer e produtos não essenciais estão contemplados nessa parte do seu orçamento.

Vale ressaltar que não é obrigatório gastar os 30%. Esse é um teto saudável para o seu orçamento, mas se conseguir usar menos do salário com essa área e salvar esse dinheiro, é sempre uma boa opção.

Fontes: Mobills, VIACERTA e Infográficos – Estadão

x