Saúde financeira da 3ª idade: como ajudar? - RUMOS

Cuidar da nossa saúde financeira é extremamente importante, mas chega o momento em que temos que cuidar daqueles que sempre cuidaram de nós: nossos pais ou nossos avós. Os idosos têm sua forma de lidar com as finanças, porém, conforme a idade avança, é necessário tomar alguns cuidados para lhes garantir a segurança financeira.

Primeiramente, é importante sempre analisar o estado cognitivo dos idosos:  conferir se lembram das senhas bancárias, se sabem pagar contas em caixa eletrônico, entre outras funções “básicas”.

Também é preciso preveni-los de golpes. Cada vez mais os golpistas estão em ação, sempre aprimorando para arrancar dinheiro, principalmente, dos idosos.

Outra importante estratégia é avaliar os gastos e investimentos do idoso. Muitas vezes eles estão gastando muito mais do que o necessário, seja por uma assinatura de streaming acidental, ou alguns luxos que não são essenciais. Para os investimentos, vale checar se não estão apostando grande, arriscando seu dinheiro, e pensando em investimentos de longo prazo que não valham a pena.

Em síntese, devemos ajudá-los a garantir que suas contas estejam sempre quitadas, que seus gastos estejam controlados, e evitar ao máximo que caiam em golpes. Essas são algumas formas de organizar as finanças de quem precisa de um pouco de ajuda mediante a idade.

Fonte: Finanças Práticas

x