Cinco motivos para investir em um plano de Previdência - RUMOS

Se você acha que aposentadoria e plano de previdência complementar são temas para os seus avós ou para quem já passou dos 50 anos, você está enganado. Investir em Previdência é uma opção que traz inúmeros benefícios e não deve ser adiada.

Uma pesquisa realizada recentemente pela Ipsos, líder global em estudos de mercado, indicou que cerca de 60% dos brasileiros consideram importante ter um plano de previdência complementar além da aposentadoria do INSS. Mas, 63% afirmam que não investem de nenhuma forma para garantir o sustento no futuro.

O que a pesquisa diz, claramente, é que o brasileiro sabe que é necessário, mas vai deixando para depois. Listamos aqui mais alguns motivos para você repensar sobre o assunto e começar a agir.

1. Planejamento para o futuro
O plano funciona como uma “poupança” que você forma durante a carreira profissional para complementar o benefício da aposentadoria do INSS em relação ao seu salário na ativa. Ele varia de acordo com a sua necessidade e disponibilidade financeira para que você possa desfrutar uma aposentadoria mais segura e tranquila.

2. Compromisso mensal 
Faça chuva ou faça sol, você estará investindo no seu futuro. E com certeza depois de 10, 20 ou 30 anos, você irá se agradecer por ter feito este processo. Então, o quanto antes você começar melhor.

3. Ausência de come-cotas
Os fundos de Previdência Privada, como o AGROPREV, o DUPREV CD ou ainda os do tipo PGBL ou VGBL, não possuem a incidência do imposto come-cotas. Para quem não sabe, o come-cotas é um imposto que incide sobre algumas categorias de fundos de investimentos, como renda fixa e multimercados, na qual o governo antecipa semestralmente a alíquota de imposto de renda devida pelo investidor. A longo prazo, isso significa menos dinheiro rendendo sob juros compostos. Como os fundos de Previdência não possuem tal imposto, em situações iguais de rentabilidade e de aportes, o saldo final de um fundo de previdência será maior.

4. Portabilidade 
Com a previdência privada, quando você faz a portabilidade, isto é, quando transfere recursos de um fundo para outro, você não paga impostos.

5. Forte incentivo à disciplina financeira
Os investidores da previdência privada se destacam por proteger o seu capital por meio de aplicações regulares por um longo período, o que reduz o risco, pois deixa tempo para recuperar possíveis perdas nas instabilidades momentâneas do mercado financeiro.

x