Como planejar a aposentadoria desde cedo - RUMOS

Quem não sonha em alcançar independência financeira e garantir uma aposentadoria tranquila? Sem dúvida, esse é o sonho de muitos brasileiros, mas alguns estudos mostram que a grande maioria não tem se planejado para isso.

Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Banco Central (BC), 4 em cada 10 brasileiros se preparam para a aposentadoria. Em contrapartida, a expectativa de vida está aumentando. Ou seja, o brasileiro viverá mais e também terá que se planejar mais.

Segundo especialistas, o ideal é começar a economizar e investir o quanto antes para ter uma reserva no futuro. “Se for desde o seu primeiro salário, ótimo; mas se você já estiver um pouco mais maduro, ainda há tempo, afinal qualquer quantia que consiga é melhor do que não ter reserva”, afirma Letícia Camargo, planejadora financeira CFP® pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros

Mas, como começar?
Primeiramente, estabeleça seus objetivos. Qual renda você deseja ter no futuro? Após essa definição, será possível estabelecer o planejamento da sua aposentadoria.

Quanto juntar por mês?
Essa é uma decisão muito pessoal que vai variar de acordo com seus gastos e com seu perfil. Em linhas gerais, especialistas financeiros recomendam que seja separado no mínimo 10% da receita mensal. Alguns ainda orientam que, se possível, essa reserva seja de até 30%.

Onde investir para a aposentadoria?
A previdência privada é um dos melhores caminhos para jovens que não tem tanto conhecimento sobre finanças.

É importante considerar que há dois regimes de tributação: progressiva e regressiva. Cada uma delas indica como será cobrado o Imposto de Renda (IR) na hora do resgate.

Clique aqui para ver as informações dos planos da RUMOS.

Fonte: Valor Investe

x