O que é sustentabilidade financeira? - RUMOS

Certamente você já ouviu falar sobre sustentabilidade. O conceito tem ganhado força nos últimos tempos devido à crescente preocupação com o meio ambiente e com a necessidade de preservá-lo para gerações futuras.

Mas e quando aplicamos o conceito de sustentabilidade na nossa realidade financeira? A sustentabilidade financeira se traduz no uso dos recursos de forma equilibrada, ou seja, é preciso garantir a segurança financeira por meio do uso eficiente dos recursos disponíveis, sempre com uma visão de longo prazo.

A educadora financeira Carolina Ligocki mergulhou nesse conceito e definiu 4 Gs que podem contribuir para compreensão e prática desse conceito: GERAR, GASTAR, GUARDAR E GANHAR.

GERAR
Você pode gerar uma renda alternativa, aquele dinheiro que você ganha a mais para não precisar mexer na sua renda ativa, ou seja, no seu salário. Há diversas opções para isso, mas o importante é você escolher uma atividade que você goste e que se adapte ao seu estilo de vida. Nessa época de pandemia, por exemplo, muitos têm aproveitado o período em casa para explorar suas habilidades manuais como cozinhar, fazer artesanato, costurar. E por que não ganhar dinheiro com isso? Nada melhor do que unir o útil ao agradável. A renda extra é o passo inicial para quem deseja expandir suas economias pessoais para além do salário habitual.

GASTAR
Saber gastar com consciência é um grande desafio. Planejar antes de gastar é um passo simples e fundamental para quem deseja ter um controle maior sobre as finanças.

Crie uma planilha com todos os seus gastos para ver o quanto realmente é necessário por mês. Indicar os itens por prioridade pode te ajudar ainda mais a listar os gastos desnecessários. Ninguém melhor do que você para entender o quanto pode separar por mês e quando estiver anotando tudo, vai conseguir visualizar e controlar melhor suas despesas.

Confira aqui outras dicas que já abordamos anteriormente para te ajudar a equilibrar os gastos.

GUARDAR
Uma pesquisa feita pelo IBGE em 2019 revela que 3 em cada 4 brasileiros não conseguem guardar dinheiro.

Assim como indicado no tópico anterior, o planejamento financeiro é primordial para quem quer começar a guardar dinheiro. Busque maneiras de economizar. Por exemplo, se a conta de água está muito alta, pense em uma maneira de reduzir o consumo. Toda economia entra como reserva.

Uma boa estratégia é tratar essa reserva como um compromisso obrigatório. Imagine que se você guardar um montante de R$400,00 mensais, ao final do ano você terá R$4.800,00.

GANHAR
Quem se dedica a aprender mais sobre investimentos consegue rentabilidade maior e, consequentemente, mais dinheiro na hora de ganhar a receita dessa aplicação financeira. Essa é uma tarefa que exige estudo e análise. Não sabe por onde começar? Hoje há diversos canais que trazem recomendações de investimento, muitos deles contam com uma linguagem simples, abordando temas mais complexos de uma maneira muito didática para aqueles que estão dando os primeiros passos no mundo dos investimentos. Confira:

x